Portal das Mocidades Espiritas - Conteudo
   » Votuporanga/SP - Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018

  MENU

  .  Principal
  .  Cadastre-se
  .  Login
  .  Cadastre sua Mocidade
  .  Fale Conosco
  .  Recomende-nos


  BUSCA

Buscar:




  CONTEÚDO

  .  Artigos
  .  Entrevistas
  .  Palestras - Audiovisual
  .  Mensagens
  .  Apostilas
  .  Evangelho no Lar
  .  Obras Básicas
  .  Biografias
  .  Tira-Dúvidas
  .  Pesquisas
  .  Notícias
  .  Mocidades Espíritas
  .  Calendário de Eventos
  .  Cifras e Letras
  .  Estatísticas
  .  Envie seus Artigos
  .  Links


  DOWNLOADS
No momento não há conteúdo para ser mostrado neste bloco.

  MOCIDADES

  .  Mensagem
  .  O que é?
  .  Quais são os objetivos?


  SOBRE O SITE

  .  Equipe do Site
  .  Fale Conosco


  ÁUDIO

  .  Músicas On-Line
  .  Mensagens
  .  Livro dos Espíritos
  .  Temas Doutrinários
  .  Músicas em Espanhol
  .  Grupo Chave da Luz

Busca

Busca:           
[ Principal ] [ Mais Visualizadas ] [ Últimos Arquivos ]




O DESEJO DE PROSPERIDADE ESPIRITUAL - W. A. CUIN



        “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito”.( Paulo: Romanos 8:1).


        Num certo momento, estando na espiritualidade, tomamos consciência de que somos herdeiros de nós mesmos e que a perfeição procurada, depende única e exclusivamente dos nossos esforços, no âmbito do código divino a que estamos inseridos.

        Ante essa insofismável constatação e no afã de promovermos a nossa prosperidade espiritual, lançamos apelos aos benfeitores da humanidade, para que possibilitassem recursos e oportunidades, permitindo lograrmos o êxito da melhoria íntima, criando plataforma segura para a felicidade futura.

        Assim, abriram-se as portas da nova e presente encarnação e aqui estamos, munidos de mecanismos e de uma gama imensurável de chances concretas, que pululam ao nosso redor, totalmente disponíveis, esperando apenas a nossa boa vontade e real interesse em aproveitá-las, visando a evolução espiritual que ansiamos.

        A sociedade que nos acolhe é um imenso campo de trabalho onde a “seara é grande e os trabalhadores são poucos” (Jesus- Lucas 10:1,2) . Basta um olhar atento ao nosso redor e, de imediato, identificaremos sem muito esforço, o panorama de serviços que carece de mãos firmes e desejos férreos em executá-lo. Ao nos candidatarmos, como trabalhadores sinceros, despidos de interesses pessoais e revestidos de real amor e consideração pelo próximo, estaremos ampliando o leque das nossas conquistas espirituais.

        A paz e a serenidade que arduamente queremos nascerá, incontestavelmente, da paz e da serenidade que plantarmos nos corações alheios, pois que ninguém conseguirá, por mais tente, ser feliz sozinho.

        Observemos, atentamente, como estamos conduzindo os nossos dias aqui na Terra. Lembremos que num momento, na espiritualidade, diante da nossa acanhada posição evolutiva, pedimos aos amigos espirituais que avalizassem uma nova oportunidade reencarnatória, e eles, com denodo e consideração, confiaram nas propostas que apresentamos, então seria uma ingratidão não aproveitá-las agora, além, obviamente, do prejuízo creditado a nós mesmos.

        Analisemos, maduramente, como está o nosso grau de vaidade. Será que estamos dando mais ênfase às conquistas materiais do que as espirituais? As coisas do mundo tem sim o seu significado e importância, desde que sirva de base para que logremos o sucesso espiritual, preferir as primeiras em detrimento as segundas será abrir caminho para o fracasso.

        Procuremos refletir sobre o aproveitamento do nosso tempo, sobre a intensidade da paciência que usamos, sobre a dimensão da fraternidade que colocamos em prática, sobre a caridade desenvolvida em direção daqueles que caminham conosco, sobre o perdão que beneficia tanto quem ofende como o ofendido, sobre a humildade e a simplicidade que tornam a vida menos complicada e mais sensível, sobre o egoísmo e o orgulho, essas terríveis chagas que tem feito correr rios de sangue e lágrimas e feito crescer montanhas de ódio e de ressentimentos, sobre a resignação e a tolerância, vias indispensáveis para o bom e eficaz relacionamento entre as criaturas.

        No mundo espiritual, um dia no passado, com a visão mais clara e ampliada, vislumbramos o caminho que nos levaria ao objetivo planejado, agora, estando na Terra, como havíamos solicitado, não permitamos, mesmo que nos custe renúncias e sacrifícios, que o nosso olhar se perca nos labirintos enganosos das ilusões e das fantasias, tão numerosas e atraentes na atualidade.

        Mantenhamos a nossa meta, pois que a matéria e transitória e o espírito é definitivo. Reflitamos...







Esse texto teve 1499 visualizações desde: 05/12/2013


[ Voltar ]





    Twitter: @mocidades
Twitter do Portal das Mocidades Espíritas: http://twitter.com/mocidades
Faça Parte !

    ON-LINE
Olá!!! Visitante! Seja bem vindo(a) ao Portal das Mocidades Espíritas.

Nome

Senha

Código de Segurança: _SECURITYCODE
Digite o Código:




(Registre-se)
(Perdeu sua senha?)

Cadastrados:

Último(a): Célis Glávia de
Total: 2551

On-line:

Visitante(s): 4
Membro(s): 0
Total: 4

    ESTATÍSTICA
Número de Páginas Visualizadas: 8416180
Desde Out/2005


    WEB MAIL
Acesse aqui:
Web Mail
Mocidades Espíritas


Sua Mocidade ainda não tem um e-mail ?
Clique Aqui.

    Facebook


Portal das Mocidades Espíritas | www.mocidadesespiritas.com.br | E-mail: webmaster@mocidadesespiritas.com.br | 2018