Portal das Mocidades Espiritas - Conteudo
   » Votuporanga/SP - Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018

  MENU

  .  Principal
  .  Cadastre-se
  .  Login
  .  Cadastre sua Mocidade
  .  Fale Conosco
  .  Recomende-nos


  BUSCA

Buscar:




  CONTEÚDO

  .  Artigos
  .  Entrevistas
  .  Palestras - Audiovisual
  .  Mensagens
  .  Apostilas
  .  Evangelho no Lar
  .  Obras Básicas
  .  Biografias
  .  Tira-Dúvidas
  .  Pesquisas
  .  Notícias
  .  Mocidades Espíritas
  .  Calendário de Eventos
  .  Cifras e Letras
  .  Estatísticas
  .  Envie seus Artigos
  .  Links


  DOWNLOADS
No momento não há conteúdo para ser mostrado neste bloco.

  MOCIDADES

  .  Mensagem
  .  O que é?
  .  Quais são os objetivos?


  SOBRE O SITE

  .  Equipe do Site
  .  Fale Conosco


  ÁUDIO

  .  Músicas On-Line
  .  Mensagens
  .  Livro dos Espíritos
  .  Temas Doutrinários
  .  Músicas em Espanhol
  .  Grupo Chave da Luz

Busca

Busca:           
[ Principal ] [ Mais Visualizadas ] [ Últimos Arquivos ]




Evitar bebidas alcoolicas em eventos beneficentes - W. A. Cuin


       “O assunto não é difícil. Cachaça, meu caro João, Recorda simples tomada. Que liga na obsessão” ( Cornélio Pires/Francisco C. Xavier, no livro “Diálogo dos Vivos).
       “A obsessão mundial pelo álcool, no plano humano, corresponde a um quadro apavorante de vampirismo no plano espiritual” ( J. Herculano Pires, no livro “Diálogo dos Vivos).
       Ante a realidade científica, ninguém ousaria contestar a assertiva de que a bebida alcoólica é fonte de inumeráveis malefícios ao corpo e ao caráter das criaturas.
       A ingestão de alcoólicos nenhum benefício oferece ao ser humano, antes, mesmo em doses diminutas, só proporciona prejuízos. Trata-se, portanto de hábito nefasto, pernicioso e abrangente que faz doentes, cria ambiência para intrigas e confusões, oferece base para a violência, é responsável por acidentes de trânsito, sendo componente desagregador de famílias, esparramando medo e insegurança no contexto social, isso no plano físico, já no espiritual é fonte abundante de combustível usada pelos Espíritos inferiores em processos de vampirização contra os consumidores.
       Portanto, não coaduna com os ensinamentos evangélicos e nem com as valiosas orientações ofertadas pelos Espíritos benfeitores, caminhando na contramão da lógica e do bom senso.
       Obviamente, diante de tantas e claras informações, nenhum estudante do Espiritismo poderá alegar ignorância quanto à gravidade do assunto.
       Se assim é, soa contraditório e causa indignação o uso de bebidas alcoólicas em eventos e promoções beneficentes patrocinados pelas casas espíritas.
Alegam alguns confrades que, principalmente em eventos onde são oferecidos alimentos, se não houver a presença de bebidas alcoólicas vendem-se menos ingressos, e, portanto a renda poderá ser menor, comprometendo o sucesso da empreitada.
       É inegável a necessidade de recursos financeiros visando a construção e a manutenção de prédios, programações assistenciais e de promoção humana que os núcleos espíritas se esforçam para manter, com a salutar proposta de contribuir para a edificação de uma sociedade mais justa, fraterna e humana, mas obter tais recursos com o auxílio de tóxico que desfigura o corpo e o violenta o caráter? Seria o mesmo que tentar apagar um incêndio jogando gasolina.
       Em estudos, palestras, seminários e outros, nos centros espíritas, o vício é constantemente combatido, ações são desenvolvidas objetivando alertar as pessoas sobre os prejuízos decorrentes dos tóxicos, inclusive o álcool. Livros valiosos e esclarecedores foram escritos por benfeitores espirituais e por autores encarnados, mostrando as consequências da “tragédia engarrafada”, no entanto, em busca de dinheiro podemos ignorar tudo isso? Onde a nossa coerência?
       Incentivamos o vício em promoções beneficentes, alegando erroneamente ser uma boa causa, para posteriormente dizer aos que frequentam os núcleos espíritas que precisam combater o álcool. Como pedir as nossas crianças, adolescentes e jovens que evitem bebidas alcoólicas se contribuímos para a sua disseminação e consumo?
       Por certo, nos eventos que realizamos, onde bebidas alcoólicas são oferecidas, os resultados financeiros poderão ser melhores, mas trata-se de postura ilusória, pois que gastaremos mais, também, no socorro daqueles que incentivamos ao consumo alcoólico.
       Ainda, o Espiritismo é uma doutrina eminentemente esclarecedora, tendo a firme proposta da educação das criaturas, assim, quando promovemos nossos eventos beneficentes, sem a presença de bebidas alcoólicas, estamos contribuindo, sobremaneira, para consolidar a nossa convicção nas valiosas lições de Jesus, e, indiscutivelmente, colaborando para o combate de tão degradante hábito.
       Por certo, os benfeitores espirituais, que em nome de Jesus apoiam todos os agrupamentos solidários e fraternos, que lutam em prol do bem, inspirarão outras maneiras e formas que se obter os recursos financeiros que sustentarão as obras baseadas no amor. “Porque, onde estiverem dois ou mais reunidos em meu nome, ali estou no meio deles”. ( Jesus – Mateus 18:20)
       Reflitamos....







Esse texto teve 950 visualizações desde: 05/11/2014


[ Voltar ]





    Twitter: @mocidades
Twitter do Portal das Mocidades Espíritas: http://twitter.com/mocidades
Faça Parte !

    ON-LINE
Olá!!! Visitante! Seja bem vindo(a) ao Portal das Mocidades Espíritas.

Nome

Senha

Código de Segurança: _SECURITYCODE
Digite o Código:




(Registre-se)
(Perdeu sua senha?)

Cadastrados:

Último(a): Artur Antonio c
Total: 2550

On-line:

Visitante(s): 3
Membro(s): 0
Total: 3

    ESTATÍSTICA
Número de Páginas Visualizadas: 8308496
Desde Out/2005


    WEB MAIL
Acesse aqui:
Web Mail
Mocidades Espíritas


Sua Mocidade ainda não tem um e-mail ?
Clique Aqui.

    Facebook


Portal das Mocidades Espíritas | www.mocidadesespiritas.com.br | E-mail: webmaster@mocidadesespiritas.com.br | 2018